07 outubro 2009

Uma volta ao laboratório PB.

Em tempos de discussões de megapixels, gigabits, photoshop e outros, a volta ao bom e velho laboratório Preto e Branco se torna especial.

Voltar ao quarto escuro, enrolar filmes na espiral, ficar vários minutos olhando o timer, agitando e trocando químicos é sempre fascinante.

Revisitar técnicas que já foram um mistério mas hoje me parecem simples, apenas um pouco trabalhosas, técnicas que aos poucos perdem seu espaço e parecem voltar a ser um mistério para muitos fotógrafos da era dos pixels.

A luz de segurança com seu charme em vermelho encanta aos que têm sensibilidade e entram ali pela primeira vez, apesar de se sentirem meio perdidos no tempo e no espaço.

A imagem surgindo na revelação em contato com o químico, remetendo à figura dos antigos "alquimistas", fascinam os iniciantes e nos lembram nossas primeiras aventuras com o processo.

Os que ali estão são privilegiados, pois atualmente muitas pessoas que gostam desta arte não terão a oportunidade de conhecer este processo, visto que ele se torna cada vez mais restrito e dispendioso.Pena que muitos dos que ali estavam não tem esta percepção.


Preciso "queimar" meus Tri-X e Deltas que estão em casa!





Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot