sexta-feira, 17 de abril de 2020

World Press Photo 2020

Anunciados os vencedores dos concursos de fotos da World Press Photo 2020.


A World Press Photo Foundation anunciou os resultados do 63º World Press Photo Contest e do 10º World Press Photo Digital Storytelling Contest anual em seus canais on-line em 16 de abril de 2020.

O anúncio incluiu os vencedores do World Press Photo of the Year, World Press Photo Story of the Year, World Press Photo Interactive of the Year e World Press Photo Online Video of the Year. As imagens e produções vencedoras foram selecionadas por um júri independente de jornalismo visual e profissionais de narrativa digital.

'Straight Voice' de Yasuyoshi Chiba vence a foto do ano na World Press

Foto do ano da World Press

O júri do concurso de fotografia de 2020 selecionou a fotografia Straight Voice de Yasuyoshi Chiba como a foto do ano na imprensa mundial. A imagem vencedora mostra um jovem, iluminado por telefones celulares, recitando poesia de protesto enquanto manifestantes cantam slogans pedindo o governo civil, durante um blecaute em Cartum, Sudão, em 19 de junho de 2019.

Yasuyoshi Chiba, vencedor da foto do ano na World Press, disse: “ Este momento foi o único protesto pacífico de grupo que encontrei durante minha estadia. Senti sua solidariedade invicta como brasas em chamas que continuam a incendiar novamente . ”

Yasuyoshi Chiba, Japão, é o fotógrafo-chefe da Agence France-Presse (AFP) para a África Oriental e o Oceano Índico e atualmente reside em Nairobi, Quênia. Depois de estudar fotografia na Musashino Art University, em Tóquio, ele começou a trabalhar como fotógrafo da equipe de Asahi Shimbun. Tornou-se fotógrafo freelancer e mudou-se para o Quênia em 2007 e depois ingressou na AFP no Brasil em 2011.

Lekgetho Makola, chefe do Market Photo Workshop e presidente do júri do Concurso de Fotografia 2020, disse: “ Especialmente no tempo em que vivemos, quando há muita violência e muitos conflitos, é importante que tenhamos uma imagem que inspire as pessoas . ”

Ele descreveu a fotografia vencedora: “ Vemos esse jovem, que não está atirando, que não está jogando pedra, mas recitando um poema. É reconhecer, mas também expressar uma sensação de esperança . ”

Chris McGrath, fotógrafo da Getty Images e membro do júri de 2020, acrescentou: " Era apenas uma fotografia realmente bonita e silenciosa que resumia toda a agitação em todo o mundo de pessoas que queriam mudanças ".

World Press Photo História do Ano

O júri escolheu Kho, a Gênese de uma revolta de Romain Laurendeau como a história fotográfica da imprensa mundial do ano. A série vencedora conta a história do profundo mal-estar dos jovens argelinos, que, por ousarem desafiar a autoridade, inspiraram o restante da população a se unir à ação, dando origem ao maior movimento de protesto da Argélia em décadas.

Romain Laurendeau, vencedor da reportagem fotográfica do ano na World Press, disse: “ Era impossível para uma parte de mim não me reconhecer nesses jovens. Eles são jovens, mas estão cansados ​​dessa situação e só querem viver como todo mundo . ”

Romain Laurendeau, França, trabalhou em projetos de longo prazo como fotógrafo profissional na França, Senegal, Argélia, territórios palestinos e Israel. Laurendeau foi diagnosticado com ceratocone, uma doença progressiva dos olhos que distorce a córnea. Após um transplante de córnea em 2009, ele decidiu viajar extensivamente para documentar a condição humana em todos os seus aspectos sociais, econômicos e políticos.


“ Como juiz, eu estava procurando contar histórias visuais. Suas decisões são tomadas com base no quão íntimo e íntimo você se torna, mas também no quanto você recua para permitir que os espectadores tomem suas próprias decisões ”, disse Makola sobre o julgamento da World Photo Photo Story do ano.

Sabine Meyer, diretora de fotografia da Sociedade Nacional Audubon e membro do júri de 2020, disse sobre a história: " Nós sentimos que a qualidade do trabalho em si, fotograficamente, era bastante perfeita ".

Lucy Conticello, diretora de fotografia da revista M, Le Monde e membro do júri, acrescenta: “ Acho que o nível de comprometimento demonstrado pelo fotógrafo e a conexão e intimidade com as pessoas acabaram de surgir ”.


Vencedores da categoria Concurso de Fotografia 2020

Os prêmios para as oito categorias do Concurso de Fotografia 2020 também foram anunciados on-line em 16 de abril de 2020.

World Press Photo Interativo do Ano

O júri independente do Digital Digital Storytelling Contest 2020 selecionou o Battleground PolyU , do DJ Clark / China Daily , como o World Press Photo Interactive do ano.

O PolyU do campo de batalha é uma experiência de 360 ​​graus que mergulha o espectador em um momento decisivo na história da democracia em Hong Kong. As tensões durante os protestos de Hong Kong atingiram o pico em novembro de 2019, depois que um manifestante foi baleado por um policial de trânsito. Os estudantes ocupavam campus universitários em toda a cidade e bloqueavam as principais rodovias. Após uma feroz batalha na Universidade Chinesa, a atenção voltou-se para o bloqueio na Universidade Politécnica de Hong Kong (PolyU), onde os estudantes fecharam o túnel de Cross-Harbour que levava a ele.

No campo de batalha PolyU , o espectador se torna parte das manifestações, acompanhando os manifestantes e os jornalistas que cobrem os protestos. DJ Clark, produtor e editor da produção premiada, disse: “ Eu estava capturando os protestos por cerca de seis meses até o momento em que as manifestações da PolyU aconteceram. Durante esse processo, eu estava brincando com equipamentos e tentando conseguir algo que funcionasse. As câmeras 360 são muito leves e eu pude capturar a ação quando estava no meio dela. A maior coisa sobre esse filme para mim é a oportunidade para futuros públicos mergulharem na experiência e entenderem como era estar lá . ”

DJ Clark é diretor de multimídia do China Daily Asia Pacific, apresentador e produtor do programa Drone & Phone e líder do curso de Jornalismo Visual da Universidade de Bolton. Ele tem mais de 30 anos de experiência trabalhando com organizações de mídia em todo o mundo como produtor de vídeo, fotojornalista, apresentador, escritor, treinador e consultor de multimídia.

Zoeann Murphy, jornalista visual da equipe do Washington Post e presidente do júri do Digital Storytelling Contest 2020 disse sobre a produção premiada: “ Para esta história, quando eu coloquei o fone de ouvido e repentinamente protesto em Hong Kong com o repórter, minha mente estava explodida. "

Adnaan Wasey, produtor executivo do Launchpad no WGBH e membro do júri do Digital Storytelling 2020, acrescentou: " Este foi um exemplo de uso perfeito de um vídeo em 360 graus ".

O prêmio World Press Photo Interactive do Ano foi introduzido em 2019 para comemorar a produção que cria narrativa interativa envolvente por meio de edição e design hábeis e sinergia eficaz de forma e conteúdo.

World Press Photo Vídeo on-line do ano

O júri escolheu Scenes From a Dry City , de François Verster / Simon Wood / Field of Vision, como o Vídeo Online do Ano na World Press Photo.

As cenas de uma cidade seca expõem a exacerbação da desigualdade social devido à escassez de água na Cidade do Cabo, na África do Sul. A cidade está passando por uma grave crise hídrica desde o início de 2017, quando o governo municipal começou a pedir aos seus 4,5 milhões de habitantes para economizar água.

A produção reflete sobre o impacto da crise climática global na paisagem e na sociedade. Imagens poéticas de drones são misturadas com as perspectivas de lavadoras de carros, manifestantes contra a privatização da água e jogadores de golfe jogando em campos verdes.

François Vernster, co-diretor, produtor, diretor de fotografia e escritor, disse: “ Simon e eu ficamos surpresos quando lemos sobre a perspectiva do dia zero, o dia em que as torneiras serão fechadas, chegando. Acho que a primeira vez que foi mencionado foi no ano em que fizemos o filme. As previsões eram de que o dia já será em março. ” (...) “Pensamos que seria uma boa oportunidade para dar uma ideia da desigualdade da Cidade do Cabo. "

Simon Wood, co-diretor, produtor, diretor de fotografia e escritor, acrescentou: “ Queríamos criar algo futurista, algo que nos permitisse espiar o futuro e imaginar um mundo sem água. "

François Verster é um documentarista sul-africano que segue abordagens criativas e observacionais das questões sociais. Simon Wood é um cineasta baseado na Cidade do Cabo, África do Sul.

Sobre a produção vencedora, Adnaan Wasey explicou: “ Temos uma visão de como a mudança climática está realmente afetando uma comunidade de uma maneira muito diferente do que pode estar afetando sua comunidade. "

Zoeann Murphy acrescentou: " O trabalho de câmera de tirar o fôlego e a edição inteligente deixaram uma impressão duradoura nos membros do júri ."

Vencedores da categoria 2020 Digital Storytelling Contest
Também foram anunciados os prêmios para as categorias 'Interativo', 'Longo' e 'Curto'.

Anúncio online

Os vencedores foram anunciados publicamente nos canais online e sociais da World Press Photo na quinta-feira, 16 de abril de 2020. Acesse o site www.worldpressphoto.org , marque @worldpressphoto e use a hashtag # WPPh2020.

Exposição 2020

As fotografias premiadas são reunidas em uma exposição mundial de um ano, que estreia todos os anos no De Nieuwe Kerk, em Amsterdã. Devido a preocupações de segurança em torno do COVID-19, a abertura em De Nieuwe Kerk e em outros locais foi adiada. Novas datas serão anunciadas em breve. Verifique o calendário para atualizações.

Anuário 2020

As fotos vencedoras também são publicadas em um anuário anual, disponível em seis idiomas. Este ano, o anuário foi redesenhado e será publicado pela Lannoo Publishers. Saiba mais .

Apoio ao jornalismo visual durante a crise do COVID-19

A situação global em torno do vírus COVID-19 também afetou a World Press Photo Foundation. Nosso Show e Festival anual de prêmios foram cancelados. A World Press Photo House e a PhotoQ Bookshop em Amsterdã fecharam suas portas temporariamente. Alguns locais da turnê mundial da World Press Photo Exhibition 2020 foram adiados. E nossa equipe está trabalhando em casa porque é necessário distanciamento social.

A comunidade de jornalismo visual está lidando com muita incerteza. Reunimos orientação, recursos, financiamento e subsídios para ajudar jornalistas visuais que cobrem a crise do COVID-19, aqui .

Fonte: World Press Photo


Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot