16 fevereiro 2017

Exposição: Ícones de Hollywood

 A era de ouro do cinema Americano chega a São Paulo em exposição fotográfica.


Retratos e imagens registradas durante a era de ouro do cinema integram a mostra “Ícones de Hollywood- Fotografias da John Kobal Foundation”, composta de mais de 150 fotografias da Função John Kobal, integrante do acervo da Getty Images e que pela primeira vez chega ao Brasil.

A exposição revela momentos, personagens e bastidores da chamada “Era de Ouro de Hollywood”, período compreendido entre as décadas de 1920 e 1960 e que marcou uma grande produção audiovisual dos principais estúdios dos Estados Unidos. Além de instantes captados por fotógrafos que trabalhavam nos bastidores da glamorosa indústria dos filmes ou poses tiradas para o material de divulgação dos mesmos, como cartazes, fotos para revistas e jornais, entre outros.

Entre as estrelas retratadas estão Joan Crawford, Bette Davis, Greta Garbo, Marlene Dietrich, Clark Gable, Gary Cooper, Orson Welles, Humphrey Bogart, Rita Hayworth, Marilyn Monroe, Paul Newman, Marlon Brando e Audrey Hepburn, entre outros.

O papel dos fotógrafos na fábrica de estrelas

O chamado sistema de estúdios de Hollywood nasceu em meados da década de 1920 e concentrou, por quase 4 décadas, a produção audiovisual dos Estados Unidos em 8 estúdios: MGM, Paramount, Warner Brothers, Columbia, 20th Century Fox, Universal, RKO e United Artists.

Os estúdios eram donos dos filmes e praticamente de todo o cinema: pensavam, produziam, dirigiam e cuidavam da distribuição dos filmes. Também atuavam administrando carreiras, com departamentos de publicidade e estratégias para blindar os atores principais contra as mutáveis preferências do público. Era como uma grande linha de produção, onde o gosto do público ditava as principais ações.

O papel da fotografia nessa indústria era o de criar laços afetivos. Antes do advento da televisão, do vídeo e do streaming, a maior parte dos espectadores via um filme apenas uma vez. As fotografias, especialmente aquelas reproduzidas em revistas, reforçavam e aprofundavam vínculos com as estrelas que foram inicialmente estabelecidos na grande tela.

Em 1969, muito depois que seu acervo de retratos originais foi criado, Kobal começou a procurar fotógrafos que foram grandemente desprezados pela indústria. Ainda que muito estivessem vivos, apenas Hurrell continuava trabalhando. Outros, como Ted Allan, Laszlo Willinger e Clarence Sinclair Bull, se haviam aposentado. O mundo perdido registrado em negativos 8x10 foi ressuscitado com vivo frescor em novas impressões em prata e hoje está em exposição em Ícones de Hollywood.

John Kobal (1940 – 1991)

Ivan Kobaly nasceu em Linz, na Áustria, em 1940, filho de pai ucraniano e mãe austríaca. Sua família emigrou para o Canadá quando ele tinha dez anos, e daí em diante ele se tornou conhecido como John Kobal.

Depois de terminar o ensino médio e após breve período em Nova York, mudou-se para Londres, que se tornaria seu lar. Em 1964, Kobal interrompe sua bem sucedida carreira de ator para se tornar correspondente e jornalista, interessado em adquirir relíquias do glorioso passado de Hollywood. A The Kobal Collection nasceu de uma reunião de imagens de arquivo cuidadosamente reunido ao longo dos anos.

Foi uma reunião casual com o retratista de Hollywood George Hurrell em 1969 que levou Kobal a começar a rastrear os stillsmen sobreviventes que documentaram a produção cinematográfica. De lá até sua morte, Kobal publicou vários livros, incluindo o pioneiro The Art of the Great Hollywood Photographers (A Arte dos Grandes Fotógrafos de Hollywood, 1980). Autor de mais de 30 livros sobre história do cinema, Kobal morreu em Londres em 1991.

Em 1969, muito depois que seu acervo de retratos originais foi criado, Kobal começou a procurar fotógrafos que foram grandemente desprezados pela indústria. Ainda que muito estivessem vivos, apenas Hurrell continuava trabalhando. Outros, como Ted Allan, Laszlo Willinger e Clarence Sinclair Bull, se haviam aposentado. O mundo perdido registrado em negativos 8x10 foi ressuscitado com vivo frescor em novas impressões em prata e hoje está em exposição em Ícones de Hollywood.


Curadoria e parceria com a Getty Imagens

A exposição Hollywood Icons tem curadoria de Robert Dance, da John Kobal Foundation Trustee, e, Simon Crocker, chairman da John Kobal Foundation. Após São Paulo, a exposição poderá ser vista em Roma, na Itália.

A John Kobal Foundation é integrante do acervo da Getty Images, um dos líderes no mercado de conteúdo visual do mundo. São quase 200 milhões de imagens disponíveis através de sites como www.gettyimages.com e www.istock.com.br e diversos clientes atendidos, trabalhando com mais de 200.000 contribuidores e centenas de parceiros de imagens para oferecer uma cobertura completa para mais de 130.000 notícias, eventos esportivos e de entretenimento.


Ícones de Hollywood
Datas: 
17 de fevereiro à 16 de abril
exposição gratuita
Ter a Sab - 10h às 19h
Dom e feriados - 10h às 17h
Alameda Barão de Piracicaba, 610 - Campos Elíseos - SP




Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot