31 agosto 2015

7° Edição do Estúdio Brasil

Confira as novidades do maior congresso de fotografia de estúdio da América Latina, que aconteceu em São Paulo nos últimos dias 25, 26 e 27 de agosto de 2015.



Foram três dias imersivos no universo da fotografia de estúdio, estratégias adotadas por palestrantes, cases de sucesso e muita vibração positiva. Estávamos lá para conferir todas as novidades!
Separamos por blocos compreendendo os três dias.

O primeiro dia começou com grande estilo, o fotógrafo Primo Tacca Neto iniciou o congresso com uma palestra sobre business, abordou diversos pontos desde a estrutura do seu estúdio, planejamento anual, os erros e acerto dele. Falou que toda vez que pensou em dá o próximo passo voltou para conhecimento, destacou a importância de ser interativo com o seu público, usar tudo o que você estiver em mãos para ser cada vez mais conhecido, e sempre pensar em tudo que possa ser vendido ou seja criar produtos a mais e agregar valor sempre.

 “Ofereça vantagens e não se acomode... se você tem um problema e ele tem solução, ele não é um problema... não se acomode... aproveite sempre os contatos ao seu redor”, frisou.


Rodrigo Junqueira começou a segunda palestra do dia vinte e cinco, falando de fotografia pet, destacando a segurança para com os animais, conhecer os hábitos individuais de cada bicho e a importância de se fazer uma entrevista com o dono antes do ensaio. Foram os fatores chaves para quem quer fazer esse tipo de trabalho.

Logo em seguida tivemos uma das melhores palestras do congresso com a fotógrafa, Simara de Rosa, falando de suas estratégias de negócio e inovações, e destacou ainda que ministrará um workshop no final do ano na cidade de São Paulo.


E o dia terminou com a emocionante palestra da dupla de videomakers Jeff Bucholz e Nilton Thiago. Entre outros pontos, falaram como utilizam os recursos de suas DSLRs, que usam o cinema como inspiração em suas produções e trabalham em cima de uma story telling buscando ideias no design thinking, falaram ainda dos pilares de um roteiro: pessoas, propósito, conflito e lugares e a importância de um áudio de qualidade.

O segundo dia começou com a dupla Eduardo e Marcia Fernandes falando de fotografia de criança em estúdio. Como o tema sugere, “Desperte a sua criança com a fotografia infantil”, mostraram na prática que uma boa dinâmica para ter um lindo trabalho com crianças é entrar na onda e interagir com elas.


Em seguida a Michele Moll abordou a luz e direção para ensaios sensuais de tirar o fôlego, indagando a plateia “... porque estamos criando padrões em um mundo de diversidade? ” E acrescentou “ O que é sensual para uma mulher não é para outra” Demostrou que o fotografo tem que descobrir o gosto do (a) cliente, como ele (a) se sente bonito (a) e atraente ao jeito dela. Com relação ao processo criativo, citou a importância de sempre buscar referencias e definir um figurino de acordo com o perfil de fotografado para se produzir um ensaio.

A terceira palestra do dia ficou por conta do fotógrafo João Prospiter, inspirador jovem artista de 23 anos, que após vários nãos por parte de fotógrafos, inclusive seu professor, deu a volta por cima e hoje produz incríveis ensaios com foco em fotografia de 15 anos, que lembra uma produção de moda, o próprio chama de editoriais. Ao final da palestra ele deixou a frase da maior referência dos últimos tempos no marketing, o professor americano Philip Kotler.

"Se você criar um caso de amor com seus clientes, eles próprios farão sua publicidade."


Para fechar o dia com grande estilo, a Renata Bitencourt da book2u falou de diagramação, regras e conceitos de design, fluxo de trabalho e custos.

O último dia começou com Thiago Piccolo falando os números do mercado e fotografia de nascimento e em seguida Laura Alzueta mostrou para todos a dinâmica do acompanhamento da criança, desde o newborn ao smash the cake.


E para fechar o congresso com chave de ouro a tarde começou internacional, com a incrível palestra do fotógrafo americano Craig LaMere, mostrou toda a sua dinâmica criativa de uma forma muito didática, mostrou os esquemas de iluminação: iluminação dividia/luz dura, padrão Rembrandt, loop, borboleta, shoot light, luz de contorno, luz de cabelo, luz de cabelo e iluminação do fundo fotográfico, destacando que deve-se  acreditar no trabalho e fazer a diferença, mencionou a importância de se conhecer, entender o equipamento e qual o tipo de imagem quer fazer, saber quais os pontos forte e fracos e a partir daí trabalhar em cima da área da fotografia que mais se identifica, ele disse: “...não tenha medo de ser copiado, tudo que possa se pensar já foi feito na fotografia, não tem nada de novo, tudo é reinterpretação, busque criar em cima de referências, aprenda os esquemas de luz e crie a partir daí...e para se destacar ele afirmou...treino o tempo todo e consigo fotografar qualquer situação”


A último a palestrar seria a fotógrafa americana Lori Nordstrom que teve o visto negado e não pode vir para o Brasil. A palestra ficou por conta do fotógrafo de casamento Cacá Rodrigues com a marcante palestra onde abordou os Ps do marketing, modelos de estratégias consistentes, antes, durante e depois de atender o cliente, falou ainda de custos e organização.

E assim terminou a maratona de informações valiosas do Congresso de Fotografia de Estúdio, o Estúdio Brasil 2015.


Por Sebá Neto,  fotógrafo, formado em Produção Audiovisual pela Universidade Paulista e em Marketing pela Etec,  representante do Blog Além do Olhar no Estudio Brasil 2015.




Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot