14 fevereiro 2014

World Press Photo 2014

O mais importante Prêmio de fotografia de Jornalismo do mundo divulgou os vencedores.

World Press Photo of the Year 2013 por John Stanmeyer
O júri internacional do 57º Concurso  anual World Press Photo selecionou a imagem do artista americano John Stanmeyer da VII Photo Agency como o World Press Photo of the Year 2013. A imagem mostra os migrantes africanos na costa da cidade de Djibouti, à noite, elevando seus telefones em uma tentativa de capturar um sinal na Somália - a tênue ligação com parentes no exterior vizinho. Djibouti é um ponto de parada comum para os migrantes em trânsito de países como a Somália, a Etiópia e a Eritreia, buscando uma vida melhor na Europa e no Oriente Médio. A imagem também ganhou o 1 º Prémio na categoria Questões Contemporâneas, e foi feito para a National Geographic.

O júri deu prêmios em nove categorias temáticas a 53 fotógrafos de 25 nacionalidades: Argentina, Austrália, Azerbaijão, Bangladesh, Bulgária, China, República Checa, El Salvador, Finlândia, França, Alemanha, Irã, Itália, Jordânia, México, Holanda , Nova Zelândia, Polônia, Rússia, Sérvia, África do Sul, Espanha, Suécia, Reino Unido e EUA.

Os membros do júri anunciaram os vencedores em uma coletiva de imprensa realizada na sede da World Press Photo em Amesterdão, em 14 de Fevereiro.

Alguns comentários do júri sobre a foto vencedora:

Jillian Edelstein, membro do júri da África UK / Sul, disse:
"É uma foto que está ligada a muitas outras histórias que abre discussões sobre tecnologia, a globalização, a migração, a pobreza, o desespero, a alienação, humanidade. É uma imagem muito sofisticada, poderosamente matizada. Ele é tão sutilmente feito, tão poético, ainda instilada com significado, transmitindo questões de grande gravidade e preocupação no mundo de hoje. "

Susan Linfield, membro do júri dos EUA, disse:
"O que estamos procurando na imagem vencedora é da mesma qualidade que você procura em um grande filme ou na literatura, a impressão de que ela existe em mais de um nível, que faz você pensar sobre as coisas que você não tenha pensado. Você começa a explorar as camadas não só do que está lá, mas o que não está lá. Tantas fotos de migrantes mostrar-lhes como sujo e patético ... mas essa foto não é muito romântico, como digna. "

David Guttenfelder, membro do júri dos EUA, disse:
"A foto é como uma mensagem em uma garrafa, é um que vai durar para todos nós. As pessoas vão trazer suas próprias experiências de vida a ele como eles estão na frente dele. "

O concurso atraiu inscrições de fotógrafos profissionais, fotojornalistas e fotógrafos documentais em todo o mundo, nesta edição 98.671 imagens foram apresentadas por 5.754 fotógrafos de 132 países.

O 1 º prêmio na categoria 'Spot News Stories' foi para o sérvio Goran Tomasevic da Reuters, pela foto de rebeldes sírios se escondendo em meio a estilhaços de um ataque .

Prêmios

O júri dá primeiro, segundo e terceiro prêmios em todas as categorias. Vencedores Primeiro-prêmio em cada categoria receberá um prêmio em dinheiro de 1.500 euros. Os vencedores do segundo e terceiro prêmios, e os que receberam menção honrosa, receberão um prêmio Golden Eye e um diploma. O prêmio principal, o World Press Photo of the Year, carrega um prêmio em dinheiro de 10.000 euros. Além disso, a Canon irá doar uma câmera DSLR profissional e kit de lentes para o autor do World Press Photo of the Year 2013.

O 1 º prémio na categoria foi conquistado por Brent Stirton, da África do Sul. Em reportagem para a Getty Images, mostra um grupo de albinos fotografados em sala de aula em Bengala Ocidental, Índia.
Menção Especial

Após o julgamento do concurso, o júri decidiu dar uma menção especial a uma série de seis imagem da cidade de Dunalley, Tasmânia, Austrália, onde 90 casas foram destruídas por incêndios florestais, durante um período de recordes de temperaturas altas. A série de fotos, tiradas por Tim Holmes em 4 de janeiro de mostrar sua esposa Tammy e seus cinco netos que se refugiam em um cais como raivas incêndios próximos. (Imagens cortesia da AP Photo / Holmes Família, Tim Holmes)
O júri disse:
"Nenhuma das entradas para a competição abordou a questão dos incêndios florestais com um tal sentimento de proximidade. Estamos acostumados com as pessoas nos dias de hoje que documentam suas próprias vidas, e estamos acostumados a jornalistas que documentam as calamidades que afetam os outros, mas aqui estes dois cruzam-a família está documentando sua própria desgraça, de uma maneira que pode facilmente se relacionar. "
O júri pode considerar um documento visual para uma Menção Especial quando se tem desempenhado um papel essencial na reportagem do ano anterior e não poderia ter sido feito por um fotógrafo profissional.

Exposição

As imagens premiadas são apresentadas em uma exposição que visita mais de 100 cidades em mais de 45 países. A primeira exposição do World Press Photo 2014 acontecerá em Amsterdã em em 18 de abril de 2014.



Veja galeria completa de vencedores aqui.

Sobre o World Press Photo
World Press Photo organiza o maior concurso internacional de jornalismo visual. A fundação  é uma organização independente, sem fins lucrativos, com sede em Amsterdã, na Holanda, onde foi fundada em 1955.


Fonte: World Press Photo


Um comentário :

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot