27 maio 2010

Exposição World Press Photo 2010 no Brasil.

Maior exposição internacional de fotojornalismo reúne 162 registros de 63 fotógrafos, começou dia 18 de maio na Caixa Cultural Rio de Janeiro.

World Press Photo do Ano. Pietro Masturzo, Italia – Mulher grita no telhado em Teerã em protesto contra as eleições

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 18 de maio a 27 de junho, a 53ª edição da World Press Photo, a mais importante exposição de fotojornalismo do mundo. Um privilégio para os cariocas, já que o Rio de Janeiro será a única cidade no Brasil e a primeira das Américas a receber a mostra. Leia sobre a
premiação aqui.

A exposição, que acabou de passar por Amsterdã – cidade sede da organização -, é realizada no Rio pela Capadócia Produtora Cultural e tem patrocínio da Oi e da Caixa Econômica Federal e apoio cultural do Oi Futuro. “É um enorme prazer representar a Fundação World Press Photo no Brasil e estar diretamente envolvido com o que há de melhor no fotojornalismo mundial. Ao produzir a mostra, damos aos brasileiros a possibilidade de refletir sobre os fatos mais impactantes do cenário internacional atual, através do olhar preciso do repórter fotográfico. Na edição de 2010, o concurso obteve um número maior de inscrições, o que é muito representativo num ano em que os veículos de comunicação sofreram sérios cortes de orçamento”, diz Rafael Ferraz, da Capadócia.

Através dos painéis de 1,65m x 1,10m distribuídos no foyer superior da Caixa Cultural, o visitante vê flagrantes de guerra e violência, como um atentado suicida em Cabul; soldados americanos prontos para atirar em talibãs no Afeganistão; um homem condenado por adultério e apedrejado até a morte na Somália; e um ataque israelense na Faixa de Gaza. Nos registros esportivos, há imagens do campeonato mundial de Ironman no Havaí, do World Master Games e do dia-a-dia do ciclista Lance Armstrong. Para amantes da Natureza, belas paisagens e animais da Antártica e plantas que nascem sob luzes artificiais da cidade de Jacarta, na Indonésia, contrastam com as fotos de laranjas contaminadas por cádmio na China e com a série onde se vê um elefante reduzido a ossos em menos de duas horas pela população faminta de uma vila no Zimbábue.

Programa imperdível para os amantes da fotografia que passarem pelo Rio de Janeiro neste período.


WORLD PRESS PHOTO 2010
CAIXA Cultural RJ
Av. Almirante Barroso, 25 – Centro - 2544-4080
Terça a sábado, 10h às 22h. Domingo, 10h às 21h.
Entrada franca. Classificação livre. Até o dia 27/6/2010.

3º lugar na categoria “Esportes e ação – singles”, Daniel Kfouri, Brasil – O skatista Bob Burnquist no evento Megarampa, em São Paulo

2º Prêmio Assuntos Atuais – Singles. Stefano De Luigi, Itália, VII Network for Le Monde Magazine.
Girafa morta pela seca. Nordeste do Quênia.

1º Prêmio – Retratos – Singles. Laura Pannack, Reino Unido, Lisa Pritchard Agency para The Guardian Weekend magazine.
Adolescente anoréxico.

Agradecimento:Mônica Loureiro.
Fonte:
Assessoria de Imprensa.



2 comentários :

  1. Mas veja eu constei demais do 3º lugar... A primeira foto do post é até interessante pelo contexto, mas não achei lá grande coisa... Deve ser pelo fato de ela ser uma foto com grande distância e principalmente pelo fato de ser muito escura... O primeiro lugar é merecedor!!! Adorei teu blog, os posts são muito bons!!

    Abraço Márcio!!

    ResponderExcluir
  2. Ola Petra!
    A primeira imagem foi a grande vencedora do ano, o fato jornalístico é bastante relevante neste premio. Veja outras imagens no texto sobre a premiação, lá tem o link para o site da World Press Photo.
    http://blog.alemdoolhar.com/2010/02/premiacao-do-world-press-photo.html
    Que bom que gostou do blog, continue acompanhando.
    Abraços!

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot