26 agosto 2009

A fotografia e um outro 'Caminho das Índias".

Todos sabemos das influencias que as telenovelas exercem no grande publico brasileiro, e atualmente a principal telenovela da TV trouxe a tona o tema Índia.

Podemos ver em vários lugares esta influencia, principalmente no comercio com vários objetos inspirados nas 'Índias'.

Porém existe uma outra Índia que a teledramaturgia não nos mostra, ou mostra muito pouco, a Índia das desigualdades sociais, que são tão, ou mais profundas que as nossas.

Foi por este caminho que a fotógrafa americana Zana Briski chegou às Índias e desenvolveu um belo projeto.

Este resultou em um documentário premiado, sobre o qual nossa amiga Salete Santos escreve:



"A Índia está na moda.

A Índia está na moda e não só, está principalmente na mídia, aproveitando este momento, quero falar de um documentário que acabei de assistir, embora tenha sido lançado em 2004 e premiado como melhor documentário pelo Festival de Sundance e Oscar em 2005.

Nascidos em Bordéis (Born into brothels: Calcutta's Red Light Kids) relata o trabalho da fotógrafa americana Zana Briski que vai à Índia registrar o cotidiano das prostitutas do Bairro da Luz Vermelha, Zona de Prostituição de Calcutá. Esta é uma região discriminada, onde a pobreza, a criminalidade e a violência estão por todo lado e as crianças convivem nesse ambiente sem um futuro promissor.

Mas durante o projeto, Zana era sempre rodeada pelos filhos das prostitutas e resolve então, ensina-los. Munidas de câmeras simples, as crianças passaram a registrar o bairro e seu dia-a-dia.

Nas aulas, Zana ensina-os, não só, uma forma de se expressar, mas também novas maneiras de ver o mundo, de impor suas verdadeiras opiniões.

Diante desse envolvimento com as crianças, conclui que a única alternativa para melhorar a vida delas, é uma educação de qualidade e decide ir em busca de instituições que os aceite, visto que nas condições em que se encontram, são recusados e excluídos não só das escolas, mas da sociedade. Depara-se com vários problemas de ordem burocrática e pouco incentivo dos pais e mães das crianças, mas não desiste e vai em busca de patrocinadores para organizar exposições, vender as fotos para enfim levantar fundos para ingressá-los na escola. Consegue levar a exposição a N. York e a publicação de um livro. O projeto é reconhecido, sendo manchete em toda a Índia.

Zana tinha a consciência de que não era uma assistente social ou pedagoga e pouco podia fazer, mas tinha a perseverança de plantar a esperança de dias melhores para aquelas crianças que cativou durante suas aulas de fotografia.

Aqui vai a dica de um excelente documentário, comovente e emocionante, pela forma como as questões humanas são abordadas e que mostra uma Índia bem distante daquela apresentada pela ficção da ‘novela das oito’. "



Salete Santos iniciou-se na fotografia em 1993, como um hobby, atuando posteriormente como fotojornalista. Decidiu estudar um pouco mais e ingressou no Bacharelado em Fotografia da Faculdade Senac e em seguida pós graduou-se em Criação Visual e Multimídia, pela Universidade São Judas. Atualmente atua numa universidade e desenvolve projetos pessoais.


Conheça o projeto Kids with cameras.
Site da fotógrafa
Zana Briski.


Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot