sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Fotógrafos: Niépce, o pioneiro.

Conheça o criador da heliografia, processo considerado como o primeiro da história a fixar uma imagem.


'View from the Window at Le Gras', primeira foto da história - Joseph Nicéphore Niepce.

Joseph Nicéphore Niépce (1765-1833), nasceu na pequena cidade francesa de Chalon-sur-Saône , desenvolveu um forte interesse pela física e química e, na vida adulta, tornou-se um cientista amador e inventor, sendo autor de pesquisas fundamentais para a invenção da fotografia.

Niépce começou seus experimentos fotográficos (1793), tentava obter imagens gravadas quimicamente com a câmara escura, durante uma temporada em Cagliari, mas as imagens desapareciam rapidamente gerando sua primeira curiosidade no assunto. Com a popularidade da litografia na França, resolveu estudar o aprimoramento de um novo método de reprodução de imagens permanentes através da câmera escura sobre o material litográfico utilizado na imprensa (1813).

O estúdio e o laboratório fotográfico mais antigo do mundo.

Ele conseguiu reproduzir a paisagem vista da janela de sua oficina e fotografias rudimentares com chapas de vidro, mas ainda sem estabilidade. Seguindo suas pesquisas, ele conseguiu imagens que demoraram a desaparecer (1824) e posteriormente (1826), com uma câmara escura, conseguiu reproduzir uma paisagem em uma chapa de estanho e o primeiro exemplo de uma imagem permanente ainda existente. Ele chamou o processo de heliografia, gravura com a luz solar, que demorava oito horas para gravar uma imagem.

Placa usada como negativo da primeira fotografia em 1826 - Joseph Nicéphore Niepce

Apesar desta imagem não conter meios tons e não servir para a litografia, ela é considerada como a primeira fotografia permanente da história, intitulada: "View from the Window at Le Gras", a tradução do título faz referência a imagem feita a partir da janela de seu laboratório em 1826 na cidade de Saint-Loup-de-Varennes, na França.

Associou-se ao químico e pintor parisiense Louis-Jacques-Mandé Daguerre (1787-1851), a fim de aperfeiçoar e explorar a técnica heliográfica e melhoraram o método substituindo as placas de metal revestidas de prata por estanho e escurecer as sombras com vapor de iodo (1829). O novo processo foi detalhado no contrato de sociedade com Daguerre, que com estas informações pode descobrir (1831) a sensibilidade da prata iodizada à luz.

Morreu aos 68 anos (1833), em Chalon-sur-Saône e seus conhecimentos tornaram-se preciosos para Daguerre, mas isso é um outro capitula na história da fotografia...

O processo de heliografia demonstrado por Niépce, apesar de rudimentar e de pouca resolução, marcou seu nome na história, pela primeira vez na história da humanidade uma imagem era produzida diretamente pela luz e permanecia visível, seus experimentos foram fundamentais para o posterior surgimento da fotografia, um novo meio de comunicação e linguagem que mudariam o mundo.


Joseph Nicéphore Niépce
Joseph Nicéphore Niépce


Conheça mais sobre Niépce :

Museu Niépce 


Musée-Maison Nicéphore Niépce 


Homenagem a Joseph Nicéphore Niépce



Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Alem do Olhar - Fotografia. - Powered by Blogger - Traduzido Por: - Templates Para Blogspot